Este site utiliza o plugin Flash Player 8, clique aqui para instalar.
PRESS
Ministério da Agricultura vai reduzir 29% dos seus dirigentes


Jornal de Negócios - 10.07.2006

O quadro de altos funcionários do Ministério da Agricultura vai passar dos actuais 66 para 47, o que representa uma redução de 29%, com a dispensa de cinco dos 21 directores-gerais e de 14 dos 45 subdirectores, avança o "Jornal de Negócios".







O emagrecimento da tutela da Agricultura é possível devido à extinção de cinco das suas estruturas, prevista na nova lei orgânica do ministério liderado por Jaime Silva.  Entram ainda no quadro de supranumerários 160 funcionários, que se juntam a outros 120 que já tinham sido transferidos.

São extintos o Instituto do Desenvolvimento Rural e Hidráulico, a Direcção-Geral de Fiscalização e Controlo da Qualidade Alimentar e duas direcções regionais. 

Para além destes quatro organismos, o Instituto Nacional da Garantia Agrícola (INGA) vai ser fundido com o Instituto de Financiamento e Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura e das Pescas (IFADAP), dando origem aos Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas.